MEU CARRINHO
O meu Carrinho está vazio

SUPORTE

Newsletter

Revisão Semanal DIPOL - TV e SAT TV, CCTV, WLAN
No. 20/2022 (16 de Maio de 2022)
Profundidade de campo recorde. Investigadores do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos EUA (NIST) desenvolveram uma câmara nanofotónica com uma lente bifocal que tem uma profundidade recorde de campo. A faixa de distância na qual a câmara pode gerar imagens nítidas e de alta resolução varia de 3 cm a 1,7 km.
Os investigadores e designers inspiraram-se nos olhos das trilobites, artrópodes que habitaram os mares há cerca de 530 a 250 milhões de anos. O seu órgão de visão era composto por vários milhares de unidades independentes com a sua própria córnea, lente e células sensíveis à luz. A Dalmanitina socialis foi particularmente interessante por produzir conjuntos de lentes com diferentes índices de refração – uma lente superior com uma protuberância central feita de calcita e uma lente inferior feita de composto orgânico. O corpo poderia focar simultaneamente em distâncias extremas, permitindo que ele procurasse comida e patrulhasse as águas em busca de predadores a distâncias superiores a um quilómetro.
Esquema dos olhos trilobitas que inspiraram a câmara.
A lente superior com a protuberância central foi formada de calcita, a lente inferior de um composto orgânico.
Os investigadores decidiram criar lentes no formato daquelas em que as trilobites foram equipadas. Isso foi possível graças à técnica de lentes planas chamadas metasuperfícies. Eles consistem em milhões de minúsculos pilares (cerca de 600 nm de altura) feitos de dióxido de titânio. Os nanopilares operam no nível de subcomprimento de onda – eles espalham e capturam a luz com grande precisão e, portanto, são capazes de definir a fase, o espectro, a polarização e a modalidade da luz. Esta é uma diferença fundamental em relação às lentes padrão que utilizam o fenómeno de refração e propagação da luz visível através de óticas de vidro. Eles permitem o registo da intensidade da luz, mas não mais a direção de incidência.
Os nanopilares são dispostos perpendicularmente ao objeto e ao sensor e alinhados de tal forma que cada um transmite luz através de diferentes áreas da lente. Nos extremos, parte da luz incidente deve passar pelo lado mais longo e parte pelo lado mais curto do pilar. No caminho mais longo, a luz passa por mais material e, portanto, é mais desviada. O oposto acontece na outra parede. Os nanopilares desviam a luz para que objetos distantes (1,7 quilómetros) e objetos próximos (alguns centímetros) sejam focados num único plano. O próximo passo é usar algoritmos de rede neural para corrigir defeitos que surgem em distâncias intermediárias (borrão, aberração cromática). A imagem final é nítida e livre de aberrações em toda a faixa de profundidade de campo de várias centenas de metros.
Essa técnica de imagem de última geração está nos estágios iniciais de teste, mas pode ser um avanço em sistemas de imagem, fotografia de consumo, imagem 3D, microscopia ótica e sistemas de visão de máquina.
Como a temperatura afeta o tempo de vida da bateria. A temperatura nominal de operação das baterias livres de manutenção varia e, dependendo do modelo, geralmente está entre 20 e 25°C. Trabalhar em outras temperaturas afeta o seu desempenho.
À medida que a temperatura cai, a capacidade das células diminui, portanto, no inverno, há, por exemplo, problemas com a partida do motor de um carro. No entanto, se a bateria não estiver totalmente descarregada, temperaturas baixas ou mesmo congelantes não devem danificá-la. Trabalhar em temperaturas elevadas causa uma redução significativa na sua vida útil. Isso é reduzido pela metade para cada aumento sustentado na temperatura de 8°C acima do valor nominal. Isso significa que, por exemplo, uma bateria com temperatura nominal de 25°C operada a 33°C reterá 50% e a 41°C apenas 25% da vida útil projetada.
Bateria Emu com tecnologia AGM (Absorbent Glass Mat).
Os elementos escuros são placas de chumbo, enquanto os claros são camadas de fibra de vidro embebidas em eletrólito.
Para alcançar a vida útil máxima de uma bateria de buffer:
  • instale a bateria longe de dispositivos que sejam fontes de calor (por exemplo, transformador, dissipador de calor),
  • mantenha um espaço de pelo menos 1,5 cm ao redor da bateria e use dispositivos com aberturas de ventilação para garantir a livre circulação de ar,
  • usar ventilação ou ar condicionado eficaz, natural ou forçado,
  • utilize um circuito de carga com compensação de temperatura para a tensão de carga se a temperatura de operação for superior a 25°C.
Configurar moduladores digitais TERRA com dispositivos móveis. Os moduladores digitais TERRA MHD001P R86103 e MHD002P R86104 podem ser configurados através do navegador Google Chrome (para Android e Windows) e aplicação WebBLE GreenParkSoftware (para iOS). Emparelhar e estabelecer comunicação entre dispositivos (smartphone, tablet, laptop) e o modulador é sem fio via Bluetooth. Para habilitar a comunicação sem fio Bluetooth dos moduladores, mantenha os botões "+" e "-" pressionados simultaneamente ao conectar na tomada de parede de 230 VCA, até que o LED verde comece a piscar. Em seguida, execute o navegador Google Chrome e digite o endereço: mhd.mydtv.live. Os moduladores TERRA também podem ser configurados de maneira padrão usando os botões "+" e "-" e o display localizado sob a tampa que faz parte do gabinete.
Simples e intuitiva, a configuração permite aos utilizadores configurar rapidamente todos os parâmetros necessários
Modulador HDMI para COFDM (DVB-T): TERRA MHD-101
Os moduladores digitais DVB-T MHD001P R86103 e MHD002P R86104 podem ser configurados com botões e display ou usando conexão Bluetooth via navegador da web
Digital HDMI-->moduladores DVB-T são ideais para sistemas onde o conteúdo de uma ou duas fontes é fornecido a vários aparelhos de TV. Este é o caso, por exemplo, em sistemas de hotel equipados com aparelhos de TV mais antigos que não podem receber sinal DVB-T2/HEVC.
Sincronização de hora em lote em dispositivos Hikvision. A aplicação iVMS-4200 permite a sincronização em lote em todos os dispositivos que foram adicionados à aplicação. A configuração incorreta da hora pode causar muitos problemas. No caso dos sistemas de CCTV, pode dificultar a determinação da hora exata de um incidente, e no caso dos sistemas de videoporteiro pode causar problemas no funcionamento correto das etiquetas de acordo com uma programação. A sincronização pode ser feita de várias maneiras, como ao adicionar a uma aplicação ou ao fazer login diretamente num dispositivo. Para atualizar o tempo em lote no iVMS-4200, após adicionar dispositivos, vá para: Menu -> Tool -> Batch Time Sync.
Sincronização de tempo em lote para dispositivos Hikvision usando iVMS-4200
Quadros de distribuição de fibra ótica em edifícios multifamiliares – cablagem em blocos de apartamentos? No caso das redes FTTH em edifícios multifamiliares, o conceito predominante é dotar cada apartamento de um cabo de fibra ótica separado, que começa na sala de telecomunicações/servidor. Tal abordagem tem as suas vantagens, a primeira delas é sua simplicidade – os cabos do assinante são colocados em paralelo com outros cabos multimídia (cabos coaxiais de cobre e pares trançados) em uma topologia em estrela. A emenda é feita apenas nas extremidades da fibra e ocorre nos apartamentos e na sala técnica.
Uma alternativa à solução acima é a topologia de fibra ótica baseada no uso de cabo tronco multifibra, acopladores/caixas intermediárias e cabos de assinante nas seções que levam diretamente aos apartamentos. As vantagens de tal solução incluem principalmente:
  • emenda de fibra significativamente mais rápida e fácil na sala técnica devido a um número reduzido de cabos (o mesmo número de fibras, mas menos cabos significa emenda mais rápida),
  • dividir a rede em segmentos elimina o problema de grande número de cabos entrando/saindo do gabinete principal – mais fácil de implantar, muito menos espaço necessário nos eixos,
  • preço – um cabo de 24J é mais barato que doze cabos de 2J,
  • possibilidade de usar cabos pré-fabricados com conectores devido à divisão das rotas dos cabos em seções mais curtas.
Localização de caixas de fibra ótica num edifício – o conceito de barramentos multifibra ótica
A desvantagem desta abordagem é, no caso de não utilizar cabos terminados com conectores de fábrica, existe a necessidade de realizar emendas intermediárias adicionais nas caixas de empilhamento.
Transmissão de sinais HDMI e USB em cabos de fibra ótica. Sempre que a visualização e controlo do DVR for realizado a partir de uma sala remota (por exemplo, centro de vigilância), é necessário transmitir sinais HDMI e USB. Se a distância do cabo não exceder 100 m, os conversores H3613 podem ser usados ​​e conectados com um cabo de par trançado padrão cat. 5e.
Se a distância exceder 100 m, o utilizador deve usar um dispositivo ativo, por ex. o interruptor N29915, para estender o sinal por mais 100 m. No entanto, no caso de tais conexões, é melhor usar cabo de fibra ótica. O comprimento máximo do cabo de fibra ótica depende dos conversores de mídia usados ​​e pode ser de até 40 km no caso dos conversores de mídia Ultimode L10025.
Conversor HDMI para IP : Signal HD (com extensor USB)Conversor HDMI para IP : Signal HD (com extensor USB)
Diagrama de aplicação de conversores de media de fibra ótica com conversores HDMI + USB
Novos produtos oferecidos pela DIPOL
Caixa de junção de Fibra Ótica estanque: GFP2FS para cabo DAC, 2 entradas/saídas
Caixa de Junção de Fibra Ótica Estanque GFP2FS para cabo DAC L56040 é projetado para dois cabos com diâmetro externo não superior a 6,5 ​​mm. Devido ao seu pequeno tamanho é uma excelente solução para cablagem de rede FTTH. É a caixa de eleição em caso de reparação de cabos DAC. Pode ser utilizada diretamente no solo, em poços, dutos, eletrocalhas e também em cablagem exterior. A caixa possui orifícios de montagem para permitir a instalação em superfícies planas.
Amplificador de Canal: WWK Alpha + Telmor
Amplificador de canal: WWK Alpha+ Telmor R89864 é projetado para sistemas de antena SMATV para receber televisão digital terrestre DVB-T/T2 em edifícios multifamiliares, residências, hotéis, pensões, casas de férias, escolas, hospitais, etc. O amplificador é dedicado a condições de receção difíceis com sinais de vários níveis, transmitidos de várias direções.
Kit Ótico: RF/SAT OTX 1310 KIT TRIAX
Kit Ótico: RF/SAT OTX 1310 KIT TRIAX A9860 é utilizado para instalação com tecnologia de fibra ótica. Usando o kit, é possível criar sistemas que permitem a transmissão de sinais de rádio satélite SAT, DVB-T2 terrestre e FM/DAB. Esta tecnologia distingue-se pela baixa atenuação, baixa interferência e, o mais importante, permite transmitir sinais a longas distâncias.
Vale a pena ler:
Como desarmar o NVR usando uma entrada de alarme? Se o prédio tiver outros sistemas além do sistema de vigilância, por ex. sistema de construção inteligente, sistema de controlo de acesso ou sistema de alarme, vale a pena considerar a implementação da função de desarme do DVR. Quando ativado, desativa as notificações geradas por eventos de alarme (deteção de movimento, cruzamento da linha virtual, etc.). Os incidentes são normalmente registados no sistema, o registo é mantido, mas é possível desabilitar ações de alarme, como: aviso sonoro, envio de mensagens de e-mail, ativação de saída de alarme ou envio de notificações para a aplicação cliente...>>>mais
Como conectar o sinal do painel de controlo do Satel Integra 32 a uma entrada de alarme do DVR, usando um relé
Bastidores RACK - gama completa de produtos
 
SUBSCRIÇÃO
Se esta interessado em receber a nossa Newsletter semanal por email, insira o seu endereço de email:
 
 
NA EDIÇÃO ANTERIOR
ARQUIVO NEWSLETTERS
PROMOÇÃO
NOVOS TÍTULOS
PARA SABER MAIS