MEU CARRINHO
O meu Carrinho está vazio

SUPORTE

Newsletter

Revisão Semanal DIPOL – TV e SAT TV, CCTV, WLAN
Nº 8/2023 (20 de Fevereiro, 2023)
Como sentir o toque na realidade virtual? Um grupo de cientistas franco-holandeses publicou no Journal of The Royal Society Interface a ideia e a pesquisa de uma nova tela háptica. O dispositivo usa ultrassom para imitar a sensação do toque. Feita de vidro, a tela plana pode imitar uma interface construída com botões mecânicos. Ao segurar o dedo sobre ele, pode sentir a sensação de tocar e pressionar uma tecla "física".
Quando os nossos dedos interagem fisicamente com objetos, ferramentas ou materiais, a pele é deformada. Essa deformação estimula mecanorrecetores localizados nos tecidos, que sinalizam ao cérebro as propriedades do material, como flexibilidade ou rugosidade. As sensações táteis são essenciais para o ajuste fino adequado dos nossos comandos motores. Um mapa mental é criado no cérebro que reflete a interação física entre a pele e o ambiente.
Normalmente, quando um dedo pressiona um botão, a superfície da pele estica-se devido ao atrito, mas quando o dedo solta o botão, o atrito diminui e a pele relaxa imediatamente. A estimulação cutânea específica e não padronizada pode induzir o cérebro a perceber objetos. No caso aqui descrito, a força de atrito é gerada por ondas ultrassónicas inaudíveis. A sensação de tocar um botão pode ser induzida não pelo movimento físico do botão, mas pela alteração dinâmica da fricção estática da pele com a superfície. Surpreendentemente, esse comportamento ocorre mesmo na ausência de deslizamento ou forças laterais e num dedo estacionário. Além disso, numa superfície bidimensional, é possível criar uma sensação de forma e textura.
Dispositivo experimental. (a) Onda ultrassónica. (b) Placa ultrassónica para modulação do atrito e uma câmara de imagem da área de contato da pele. (c) Dependência do coeficiente de atrito da amplitude de vibração.
Este efeito foi testado num grupo de 12 indivíduos, e os resultados mostram que em 75% dos casos, uma sensação percetível de toque ocorreu ao usar uma onda ultrassónica de mais de 2 micrómetros. No entanto, esse efeito está intimamente relacionado às características da pele, como a sua dureza.
A longo prazo, o uso de fricção modulada por ultrassom pode ter um impacto significativo no desenvolvimento de telas hápticas, permitindo a criação de sensações táteis mais realistas e autênticas. Como resultado, isso terá um impacto significativo no desenvolvimento da tecnologia e mudará a forma como as pessoas usam dispositivos eletrónicos.
O inovador sistema de fibra ótica da TERRA para sistemas RF/SAT – parte 2. Na edição anterior da Review mencionamos o novo sistema de fibra ótica da marca TERRA para sistemas RF/SAT que permite a distribuição de sinais: DVB-T/T2 e SAT de duas posições, através de 1 fibra ótica, graças ao uso de acopladores WDM e transmissores óticos com diferentes comprimentos de onda: 1310 nm e 1550 nm.
Se duas fibras óticas puderem ser usadas no sistema, a instalação é bastante simplificada. É possível usar 2 transmissores óticos a operar no mesmo comprimento de onda do qual o sinal é transmitido por duas fibras separadas. O diagrama abaixo mostra um exemplo de transmissão de sinais RF/SAT de duas posições de satélite num cabo de fibra ótica dupla.
Antena Parabólica: DIPOL DPL-120 RAL7016 (grafite escuro) (120 cm)LNB: LWB202L Banda larga LO 10,41 GHz TERRAAntena de TV DIPOL SMART HORIZON DVB-T2Antena DAB/DVB-T/T2: DIPOL-4/5-12Antena FM: Dipol 1RUZ PM B (omnidirecional H+V)Antena Parabólica: DIPOL DPL-120 RAL7016 (grafite escuro) (120 cm)LNB: LWB202L Banda larga LO 10,41 GHz TERRAAmplificador Antena Triplexer DC015L (VHFI/II+FM-VHFIII-UHF)Amplificador de Correção de mastro DTT MCA101T TERRAFonte de alimentação de comutação TERRA PS202F (20V 2A, SCR digital)Transmissor Ótico de TV/SAT OTF302 6F31 E 1x6 dBm FP 1310 nm TERRARecetor Ótico TERRA ORQ302 E com saída QUATRO+ DVB-T2Recetor Ótico TERRA ORQ302 E com saída QUATRO+ DVB-T2Amplificador para Multiswitches 9-entradas: Terra SA-901Repartidor TV/SAT: Terra SSQ-908 (9-in, 36-out)9/24 Multiswitch: TERRA MSV-924<br /> (terrestre ativo, sem fonte alimentação)9/24 Multiswitch: TERRA MSV-924<br /> (terrestre ativo, sem fonte alimentação)9/24 Multiswitch: TERRA MSV-924<br /> (terrestre ativo, sem fonte alimentação)
Sinais de duas posições de satélite e antenas terrestres de TV, rádio FM são transmitidos em dois caminhos óticos que consistem no transmissor A3031 e no recetor ORQ302 E A3133. Os dois sinais são então roteados para um amplificador de barramento típico, divisor e multiswitches de terminal.
Atualização dos módulos de expansão conectados ao vídeo porteiro Hikvision IP/2 fios. Os módulos de expansão conectados aos porteiros modulares DS-KD8003-IME1 G73652 ou DS-KD8003-IME2 G73644 podem ser atualizado a partir da estação de porta principal usando a aplicação iVMS-4200. Depois de adicionar a estação de porta principal com os módulos devidamente ligados à aplicação cliente iVMS-4200, aceda às configurações da estação de porta principal e depois: Sistema -> Manutenção-> Upgrade. Selecione a aba Módulo de exibição ou Submódulos e forneça o link para o firmware baixado anteriormente e confirme com Upgrade. O processo de atualização é iniciado.
Separador para atualizar a estação de porta principal, módulo de visualização e outros módulos
Fonte de alimentação remota do switch PoE. O switch PoE ULTIPOWER 352SFP N299707 possui a função Powered Device que permite que ele seja alimentado conectando-se a outro switch PoE. Esta função é particularmente útil quando apenas um cabo de par trançado está conectado ao local de instalação do switch (e das câmaras, se instaladas no mesmo local, por exemplo, num poste).
Switch PoE Industrial: ULTIPOWER 352SFP 802.3af/at (4xPoE GE, 1xGE (PD), 2xSFP 1000M, Extended, VLAN, PoE Auto-Check, função PD)
Exemplo de instalação do switch PoE com a função PD
Além disso, o switch tem as seguintes funções:
  • Função Extend que permite alimentar dispositivos conectados com par trançado com comprimento de até 250 m,
  • PoE Auto Check executa automaticamente a reinicialização atual do dispositivo conectado no caso de travamento. (NOTA! Desative esta função ao atualizar o software dos dispositivos conectados.)
Instalação de fibra ótica para câmaras em postes. A alimentação de um cabo separado para cada poste (mastro, lanterna), onde as câmaras serão instaladas, é a mais universal e a solução menos trabalhosa quando se trata de soldagem de atenção e proteção de fibras óticas. No entanto, isso envolve uma quantidade maior de trabalho na colocação de cabos e a necessidade de fornecer mais espaço na passagem do cabo.
Nesta topologia, o desenho do próprio cabo, ou seja, o método de fixação das fibras nele, não tem grande importância. É claro, ter todos os parâmetros necessários para o bom funcionamento nas condições ambientais dadas e ser adequadamente resistente à rutura quando o cabo é puxado para dentro do duto.
A escolha da topologia em estrela também permite economizar espaço no próprio poste – o cabo de fibra ótica pode ser inserido diretamente na caixa, na qual são instalados dispositivos como conversor de média, switch PoE, conversor de vídeo, fonte de alimentação etc. A fibra ótica, é claro, deve ser protegida com um pigtail, e a própria conexão (emenda) deve ser fixada na caixa de emendas ou em uma caixa de fibra ótica dedicada. Em seguida, o pigtail deve ser conectado ao adaptador de fibra ótica e a conexão com o dispositivo responsável pela conversão do sinal deve ser feita por meio de um patch cord. Não conecte o cabo diretamente no aparelho! No futuro, ao realizar qualquer serviço ou manutenção, o instalador correrá o risco de danificar apenas o patch cord, e não o cabo, o que implicaria na necessidade de emendar novamente a fibra.
Caixa Estanque SIGNAL CCTV 210/230/145 IP66
Exemplo de uso da caixa SIGNAL CCTV R90601.
A caixa selada SIGNAL CCTV 210/230/145 mm é R90601 projetada para montagem num poste, mastro ou parede. No interior, há uma placa de montagem que pode ser facilmente removida e dois trilhos DIN para fácil instalação de componentes como interruptores, fontes de alimentação, conversores de média ou mini quadros de distribuição de fibra ótica. Além disso, a caixa possui fios de proteção que podem ser conectados a dispositivos ativos.
A caixa pode acomodar facilmente, entre outros, um switch industrial, fonte de alimentação, switch principal e mini distribuidor no caso de sistemas baseados em cabeamento de fibra ótica (se for o caso, recomendamos o uso de mini distribuição ODF-DIN L5312 quadro). Todos esses elementos podem ser montados em trilhos DIN ou placa de montagem de alumínio. Graças ao número e tamanho adequados dos orifícios do prensa-cabo, é possível conduzir para dentro e para fora o cabeamento para: fonte de alimentação, cabo de fibra ótica, par trançado, para conectar até 4 câmaras de vigilância.
Novos produtos oferecidos pela DIPOL
Recetor Ótico TERRA ORF202 E com saída de banda larga
Recetor Ótico ORF202 E com saída TERRA Wideband A3131 permite a conversão do sinal ótico proveniente do transmissor OTF302 6F31 E A3031 ou OTF302 6F55 E A3055 num sinal elétrico. O dispositivo contém 2 saídas, dividindo toda a banda em duas polarizações (V – vertical, H – horizontal) – assim como para um conversor de banda larga clássico.
Recetor Ótico TERRA ORF302 E com saída de banda larga + DVB-T2
Recetor Ótico ORF302 E DVB-T2 com saída TERRA Wideband A3135 permite a conversão do sinal ótico proveniente do transmissor OTF302 6F31 E A3031 ou OTF302 6F55 E A3055 num sinal elétrico. O dispositivo possui 3 saídas, dividindo toda a banda em duas polarizações (V – vertical, H – horizontal) – assim como para um LNB de banda larga clássico e para o sinal DVB-T2, DAB, FM.
Vale a pena ler:
Qual medidor de potência ótica escolher? A Dipol oferece 3 modelos de medidores de potência ótica projetados para realizar medições de transmissão e verificar a potência absoluta disponível no saídas de dispositivos ativos.
Qual deve o instalador escolher?...>>>mais
Qual medidor de potência ótica escolher?
Antena de TV DIPOL SMART HORIZON DVB-T2
Antena SMART CITY DVB/T2 com bypass até 100 km do transmissor
 
SUBSCRIÇÃO
Se esta interessado em receber a nossa Newsletter semanal por email, insira o seu endereço de email:
 
 
NA EDIÇÃO ANTERIOR
ARQUIVO NEWSLETTERS
PROMOÇÃO
NOVOS TÍTULOS
PARA SABER MAIS